22ª Semana de Gravidez

Olá! Com as semanas passando, o crescimento da barriga e a ansiedade de ver o bebê vai só aumentando. Confira a 22ª semana de gravidez.

Apesar da barriga ainda não estar totalmente evidente, a necessidade de fazer xixi tem aumentado e intensificando a frequência. O que é muito chato, porém natural nessa fase.

A partir da 22ª semana de gravidez os níveis de hormônio estão cada vez mais elevados e alteram nosso emocional. Ao mesmo tempo que estou muito feliz, tenho chorado por qualquer motivo e claro, quanto mais emocionante a situação, mais as lágrimas escorrem.

Alguns desconfortos têm acontecido com maior frequência, a famosa azia e a indigestão continuam fazendo parte da minha vida. Portanto, a necessidade por um cardápio saudável tem feito parte das minhas semanas.

Como se não bastasse, o nariz nestes últimos dias, tem ficado bastante ressecado e bem entupido. A prática de exercícios tem me ajudado a driblar essas sensações e amenizado os sintomas.

 

Memória

22ª Semana de Gravidez
22ª Semana de Gravidez

A falta de memória das gravidinhas já é conhecida popularmente. Pode acontecer devido às inúmeras transformações hormonais na mulher, assim como vários pensamentos e preocupações que acabam multiplicando as tarefas.

Consequentemente algumas coisas acabam esquecidas no meio do caminho ou feitas pela metade e a frustração aparece junto com algumas lágrimas no fim do dia.

Leia também:  12ª Semana de Gravidez

Apesar de complicado, é importante tentar se concentrar, não fazer várias tarefas de um só vez. Não exija tanto de você mesma, carregar um bebê já é uma responsabilidade grande.

O que tem me ajudado é um check list na hora de organizar as prioridades e concluir as tarefas. A cada tarefa concluída e riscada da lista me sinto mais leve e feliz.

 

Ultrassom morfológico

Perfil da nossa amada Olívia
Perfil da nossa amada Olívia

A ultrassonografia morfológica é solicitada pelo médico obstetra entre a 21ª e 22ª semanas de gravidez. É um ultra que serve para analisar com precisão a formação do bebê e todos os órgãos.

O exame serve para detectar possíveis alterações congênitas, como a formação do cérebro, além de problemas genéticos e cromossômicos, como a síndrome de Down.

É um exame muito importante portanto, tentar manter a calma e a ansiedade ao receber o resultado é saudável e necessário. Felizmente o exame só confirmou as boas notícias que já tínhamos durante a gestação.

Vimos ela brincando com as mãozinhas que acariciava o próprio rosto, assim como os dedinhos perfeitinhos. Olívia estava pesando aproximadamente 479 gramas e medindo cerca de 30 cm.

A cada dia as novidades estão crescendo, assim como o nosso bebê. Não fique fora dessas notícias e aguardo você na próxima semana.

Mineira, consultora de imagem, publicitária e apaixonada por moda!

Curtiu? Você também pode gostar de:

Compartilhe!